Alma de tesouro - Escritora B. Pellizzer

domingo, 12 de julho de 2020

Alma de tesouro

 

Porque você é uma alma de tesouro e a primeira vez que te vi pensei que estivesse sonhando.

Porque você rouba o meu silêncio e me faz sentir saudade dessa voz que troveja, e enche minha casa com notas que minhas cordas vocais jamais alcançarão; e porque o teu barulho me irrita, mas a falta dele me lança no vazio da solidão que eu nunca havia temido antes de ti.
Porque o teu sorriso é a bússola que me guia para a luz a cada novo amanhecer, e porque você acorda sempre alegre e me tira da inércia enraivecida com que brindo cada novo dia; e porque essa alegria também me irrita, faz-me sentir malvada, põe-me como bruxa de conto de fadas, faz-me parecer aquela que mastiga criancinhas; e porque eu sei que esse sorriso é para mim e meu, mesmo que eu reclame da tua alegria, mesmo que meu cabelo se pareça uma escova de banheiro; mesmo que as olheiras denunciem que eu tenha preferido trabalhar até tarde em vez de deitar-me cedo contigo.
Porque a tua mão tem o tamanho exato para acomodar meu rosto e sabe como deslizar pela minha pele para que eu sinta os arrepios certos nos lugares certos; e porque essa mesma mão está sempre se movimentando, bailando ao som da tua voz, criando, ela mesma, uma personalidade que enche a casa com mais barulho e com mais sorrisos.
Porque você sabe respeitar minha vontade de ficar sozinha, mesmo que às vezes prefira violar meu espaço; porque você teima em me reconstruir; porque você insiste em ficar; porque você faz fácil o que, a mim, sempre foi difícil: amar.
Porque você me mostra suas imperfeições sem medo, porque você não foge do amor que já te destruiu, porque você junta a tua destruição com a minha para que possamos construir esse castelo de sucatas que parece frágil, mas que sempre damos um jeito de manter em pé.
Porque você sempre está.
Porque me faz ficar.
Porque, juntos, existimos.
Enfim...
Porque você faz uma descrente crer no impossível e dedicar-te versos de um amor invisível, desejo-te um feliz dia dos namorados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário