Se eu quisesse... - Escritora B. Pellizzer

domingo, 10 de janeiro de 2021

Se eu quisesse...


 

Se eu quisesse falar do teu beijo, não falaria da tua boca que cobre a minha, ao mesmo tempo exigente e suplicante.

Não.
Se eu quisesse falar do teu beijo, falaria da minha boca que espera e se rende aos caprichos da tua; falaria da saliva que brota sob minha língua; e do gosto de mais que sempre fica depois.
Se eu quisesse falar do teu beijo, falaria da minha pele que se assanha, que sente tua aproximação em cada milímetro exposto, em cada poro oculto, em cada ranhura desconhecida. Que anseia por teu toque desde as solas dos pés até a raiz dos cabelos. Que solta faíscas que me envergonham ao denunciar o quanto meu corpo é viciado no teu toque.
Se eu quisesse falar do teu beijo, falaria da minha respiração que se acelera, que manda para fora de mim os rasgos de vida que a ti dedico.
Vida que me deixa e te toma.
Vida que me escapa e a ti assoma.
Vida que respira um alento que já não é mais meu.
É nosso.
Se eu quisesse falar do teu beijo, falaria das minhas mãos que correm tua nuca, emaranham-se em teus cabelos e se entranham em teu perfume que ali fica.
Perene
Incessante
Tóxico
E faz com que, cada vez que me ponha as mãos no queixo para pensar em ti, te pense ainda mais.
Se eu quisesse falar do teu beijo, falaria dos meus olhos que se fecham para que eu possa melhor te sentir, mas que se doem de saudade do teu rosto tão perto do meu.
Se eu quisesse falar do teu beijo, ah!, mas é claro que eu não quero falar...
Vem e me beija!

Nenhum comentário:

Postar um comentário